Seu carrinho

Cuidados capilares: 5 erros mais comuns | Royal.d

Identificar os erros para não os cometer novamente e fazer da maneira certa da próxima vez! No que se trata de cuidado capilar, vários são os fatores que influenciam nas melhores práticas e no porquê de fazermos como fazemos. Quando falamos de cuidados com os cabelos, não podemos esquecer as características individuais e que a orientação para uma pessoa deve ser diferente da outra. Por isso, separamos os 5 erros mais comuns, para você adaptar à sua realidade e junto de profissionais traçar a melhor estratégia para você!

1. Frequência de lavagem de cabelo inadequada

Tanto lavar muitas vezes quanto poucas vezes pode fazer mal. A frequência depende do tipo de cabelo e do quanto ele está exposto ao suor e sujeiras. Porém, lavar o cabelo com shampoo diariamente é prejudicial, pois retira os óleos naturais, deixando o cabelo mais seco e vulnerável à queda. E o oposto também pode danificar o cabelo. Quando não higienizamos com frequência, aumentamos a produção de sebo, apresentamos mais queda de cabelo e até prejudicamos o crescimento dos fios.

2. Aplicar os produtos de maneira inadequada

Tendemos a usar tanto o shampoo e o condicionador em todo o cabelo. O que é desnecessário pouco funcional. Isso porque o shampoo tem função de limpeza. Portanto, ele deve ser aplicado e massageado no couro cabeludo e os fios serão limpos como consequência. Enquanto isso, a indicação do condicionador é de uso nas pontas até metade do comprimento. O motivo disso é que condicionar as raízes pode aumentar a oleosidade.

3. Usar cosméticos muito agressivos

Muita atenção com a fórmula dos produtos que usa! Alguns shampoos são tão eficazes na limpeza, que levam junto toda a hidratação natural. Além disso, alguns óleos minerais e ingredientes provenientes do petróleo podem deixar o cabelo incrível após o uso, já que eles “encapam” os fios. Entretanto, no longo prazo, podem deixar os fios quebradiços e fracos. Isso não significa que esses ingredientes devem ser completamente banidos, mas usados com sabedoria. Para isso, a principal orientação é a consulta profissional de dermatologista que vai indicar os produtos certos na frequência ideal para você!

Entretanto, sempre que puder preferir por opções naturais e orgânicas certificadas, será melhor para o seu cabelo, principalmente com o uso constante. Isso porque este tipo de produto tem maior biocompatibilidade com o seu organismo e não conta com matérias-primas já conhecidas como potencialmente perigosas.

4. Cuidado capilar e escovação

Passar o pente e a escova nos fios é ótimo para organizar e levar a hidratação natural às pontas. Contudo, existem algumas ressalvas: realizar esse ritual muitas vezes durante o dia ou ter o hábito de pentear o cabelo molhado pode deixar os fios quebradiços. Para isso, a indicação é que façamos o processo poucas vezes ao dia e sempre com o cabelo parcialmente seco.

5. Secagem do cabelo de forma errada

Usar o secador de cabelo pode deixar o cabelo mais bonito e macio, mas o uso contínuo prejudica a estrutura dos fios. Principalmente, se tiver o hábito de iniciar o uso do secador com o cabelo muito molhado e sempre na potência máxima. Pois, dessa forma, ele fica ainda mais tempo exposto ao ar mais quente. Prefira sempre iniciar a secagem com os fios úmidos e na opção mais fraca do secador. Outro ponto é o uso de toalha para secar. Alguns tecidos e tipos de toalha podem danificar e quebrar os fios. Portanto, a dica é usar opções mais suaves ou um tecido de algodão para isso e sempre cuidar do cabelo molhado com muita gentileza.

Cuidado capilar é importante e deve ser individual

Assim como os cuidados com a pele, quando falamos do cuidado capilar, um grande diferencial é ter o acompanhamento de dermatologista. Este profissional vai trazer as melhores indicações e hábitos para você e para as necessidades do seu cabelo. Portanto, aproveite ao máximo as recomendações profissionais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *